SÁBADO 11/6 NA BICICLETARIA CULTURAL

desde as 10hrs estaremos abertos

ás 15hrs inicia a mostra de filme Konehõp Upu Ibá, Os filhos da mata

veja mais sobre:

O coletivo.

En cleta vamos! é um coletivo de jovens que decidimos combinar conhecimentos, experiencias e interesses em um projeto nômade que permita a gente principalmente continuar aprendendo, compartilhar e intercambiar saberes e experiencias.

Decidimos seguir viagem (em dezembro do 2014) desde Rio de Janeiro, em bicicleta, planejando caminho pra o norte passando por: Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, o nordeste brasileiro, até sair por Venezuela, com um projeto de cine – debate, ao ar livre e de maneira gratuita para o aceso de todxs.

Estamos convencidos de que através de diferentes manifestações artísticas e de intercambio cultural, é possível contribuir a um processo de cambio.

O filme.
Nessa viagem surgiu a oportunidade e fizemos nosso primeiro trabalho audiovisual, que conta a história e a luta dos índios da etnia Pataxó, do sul da Bahia.
É um documentário de produção independente de 50 minutos de duração.

Sinopsis do documentário. 

Konehõp Upu Ibá, Os filhos da mata é a historia da luta da Reserva da Jaqueira localizada a 13 km ao norte de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, sitio aonde mais de 30 famílias da etnia Pataxó escolhem para vivenciar a sua cultura e preservar as 827 hectareas de mata atlântica. No mês de fevereiro e março de 2015, o coletivo de jovens en Cleta Vamos permanece na aldeia, e dessa convivência surge a necessidade da criação de um documentário como ferramenta de divulgação.

O filme conta as causas e as conseqüências da massacre do ano 1951, o processo de homologação e demarcação do território indígena e a criação da escola com educação diferenciada dentro da aldeia. Mostra as tradições e costumes vivenciadas pelos índios Pataxós no seu dia-a-dia na Reserva (pinturas corporais, cozinha comunitária, procura de lenha para a fogueira, rituais, vestimenta) e a abertura desse cotidiano com a sociedade através do Etnoturismo. O documentário também enfatiza a importância das mulheres na construção da historia da sua comunidade.

Segue o link do projeto no facebook:
E o link do trailer do documentário:

 

 

ás 16hr abre a exposição de Pierre Lapalu na Galeria Farol Arte e Ação.

img_3425

http://www.farolshow.com.br/

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s