ABAIXO ASSINADO PELA CONTINUIDADE DAS POLÍTICAS DE CICLOMOBILIDADE LOCAIS

Pela continuidade da política de ciclomobilidade em Curitiba

     A mobilidade urbana é fundamental para o bom funcionamento da cidade, qualidade de vida dos citadinos, além de ser um importante instrumento de direcionamento do crescimento urbano. A Política Nacional de Mobilidade Urbana traz como uma de suas diretrizes a “prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados e dos serviços de transporte público coletivo sobre o transporte individual motorizado”, filosofia que deve ser respeitada para uma boa harmonização da cidade.

Estamos em período eleitoral e, neste contexto, a mobilidade urbana se torna um tema ainda mais saliente. Em Curitiba, pudemos perceber uma abertura e esforço da gestão atual em incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte, respeitando a diretriz acima citada.

No entanto, os dois candidatos concorrentes à prefeitura no segundo turno são de oposição à atual gestão, o que gera – não se pode negar – uma grande preocupação por parte do cidadão ciclista e das entidades envolvidas com a causa, pela possibilidade de retrocesso nas políticas existentes em benefício deste modal.

Desta forma, por meio deste abaixo-assinado, pedimos o respeito à diretriz da Política Nacional de Mobilidade Urbana e a continuidade das políticas em prol dos meios não motorizados. Dentre elas, destacam-se as seguintes:

1.       A implantação da Bicicleta Pública, já em andamento (URBS);

2.       A implantação de paraciclos em diversos pontos da cidade, principalmente nos terminais de ônibus (SETRAN);

3.       Os projetos de “Vida no Trânsito” que estimam uma redução de 50% na mortalidade no trânsito até 2020;

4.       A manutenção da “Área Calma”, realizando os devidos aprimoramentos para que se consolide como uma zona diferenciada na área central da cidade (SETRAN);

5.       A manutenção das “Vias Calmas” nos eixos estruturais da cidade, expandindo-se essa infra-estrutura para o sul e oeste (IPPUC, SETRAN, SMOP);

6.       A produção e implanção de projetos cicloviários (IPPUC, SETRAN, SMOP);

7.       A existência de setores especializados e um corpo técnico dentro dos órgãos municipais com foco na bicicleta e mobilidade não motorizada (IPPUC, SETRAN);

8.       Campanhas educativas, informativas, de distribuição de equipamentos de segurança e do Guia do Ciclista atualizado anualmente (SETRAN, SMCS);

9.       Bicicleta nas Escolas (SETRAN e Secretaria de Educação);

10.   O MoU (Memorandum of Understandings) Holanda até 2020, projeto de parceiria entre Brasil e Holanda sobre mobilidade (SETRAN, IPPUC, URBS, PUC, UFPR, UTFPR, UP, IBQP, Fiep, CicloIguaçu);

11.   O aprimoramento e ampliação da rede de ônibus com transporte de bicicletas (SETRAN, URBS);

 

Este abaixo-assinado será entregue para:

  • Candidatos a prefeitura de Curitiba

Leia a carta
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s